domingo, 8 de agosto de 2010

PROJETO - REVISTA - APRENDENDO A USAR O COMPUTADOR E A INTERNET COM SEGURANÇA

TECNOLOGIAS NA EDUCAÇÃO: ENSINANDO E APRENDENDO COM AS TIC
PROFESSOR TUTOR – Thanya Cátia Dias
CURSISTA – Nadijêna Aparecida de Oliveira
ATIVIDADE: 1.6
TEMA: Projeto – Revista – Aprendendo a usar, com segurança, o
Computador e a Internet
Ano: 2010
Unidade Letiva: II
Escola de Aplicação: Colégio Estadual Fred Gedeon
Público Alvo: 6ª e 7ª séries
Duração: 08 aulas de 50 minutos
Área de Conhecimento: Língua Portuguesa
Tema da Unidade Letiva: Convivência Familiar

Recursos Tecnológicos: Computador, pendrive, impressora, scanner, câmera fotográfica, aparelho de som e CD

Professora: Nadijêna Aparecida de Oliveira
Informação ao Professor:

Essa sugestão de aula além propor a pesquisa, reflexão e produção escrita embasada numa temática que trata da importância do computador como instrumento de comunicação e os cuidados que o usuário deve ter na sua utilização, pretende, ainda, subsidiar o monitoramento dos pais sobre seus filhos usuários dessa ferramenta, colaborando para o estreitamento da relação escola/família/comunidade, de modo que a escola cumpra, na prática, sua função de educar de forma integral.

Etapas:

1. Canto da música

2. Leitura silenciosa e reflexão

3. Leitura dirigida

4. Discussão do tema tratado na música e exploração do conhecimento prévio do aluno

5. Atividade de interpretação escrita

6. Correção da atividade

7. Planejamento da pesquisa

8. Montagem dos textos da revista (sumário, listagem, resumo, etc.)

9. Produção de dedicatória

10. Finalização da revista (digitação) e troca como colegas para avaliação

11. Entrega aos pais para apreciação/avaliação dos alunos

12. Entrega ao professor para avaliação do trabalho

Objetivos:

A ênfase nos objetivos proposto se dá pelo fato de que neles percebe-se, claramente o foco no desenvolvimento das habilidades relacionadas ao ensino aprendizagem de leitura, a interpretação e produção textual em coerência com os conteúdos proposto para aula.

Assim os alunos devem ser capazes de:

· Valorizar a leitura como fonte de informação, via acesso de aos mundos criados pela leitura e possibilidades de aprendizagem a partir da associação das convivências experimentadas nestes mundos com a realidade atual.

· Valer-se da linguagem para melhorar a qualidade de suas relações pessoais, sendo capazes de expressar seus sentimentos, idéias e opiniões, bem como de acolher, interpretar e considerar as dos outros, contrapondo-os quando necessário.

· Utilizar a linguagem como instrumento de aprendizagem, sendo capaz de selecionar informações para produzir textos coerentes orais e escritos, tais como sumários, dedicatórias, resumo, listagem, etc.

Metodologia:

· O professor convida os alunos a participarem de uma aula diferente; uma aula com música.
Distribui a música impressa, coloca o CD, e todos ouvem e cantam juntos.

· Solicita a todos que façam uma leitura silenciosa do texto (música) refletindo sobre o tema.

· Dando seqüência, realiza-se uma leitura dirigida em que cada aluno lê um verso.
(Como o número de versos é incompatível com o número de alunos, faz-se um jogo de repetição dos versos da última estrofe, de modo a envolver toda a turma na leitura).

· Inicia-se, então, uma conversa com a classe sobre o tema tratado na música a partir de questionamentos a exemplos desses que se seguem, de modo a explorar o conhecimento prévio dos alunos:

- A música chama a atenção para o cérebro eletrônico. O que é na verdade o cérebro eletrônico?
-Quem sabe usar o computador?
-Onde, como e com quem aprendeu a usá-lo?
-Você tem computador em casa?
-Você considera o computador um instrumento útil? Por quê?
-Que benefícios podemos ter com o uso do computador?
-Em que o computador tem melhorado nossa vida?

· Realiza-se a interpretação escrita, cuja é entregue em material impresso com questões do tipo:

1. De acordo com a música, “Cérebro Eletrônico” de Gilberto Gil, de que maneira o computador atua em nossas vidas?

2. Como você explica os versos a seguir?

“O cérebro eletrônico faz tudo
Faz quase tudo
Faz quase tudo.”

3. De acordo com a música descreva o eu lírico do poema e o computador estabelecendo uma comparação entre ambos.

4. A que os versos a seguir se referem?

“Que cérebro eletrônico nenhum me
dá socorro;”

5. Você concorda que o computador contribui para melhorar a comunicação entre as pessoas? Justifique sua resposta.

6. De que maneira o computador tem facilitado a vida das pessoas em casa, no trabalho, na escola e no seu cotidiano? J

7. ¨O computador é uma ferramenta que só trouxe benefícios para a humanidade. Você concorda ou não com essa afirmação.¨ Justifique sua resposta?

8. Relacione alguns cuidados que devemos ter no uso do computador.

· Corrige-se, oralmente, a atividade, incentivando a turma a contribuir com a exposição de suas respostas, de modo que façam associações, comentem, ampliem e corrijam, quando necessário, interagindo uns com os outros através das trocas. O professor fecha essa etapa fazendo um comentário sobre a necessidade de conscientização para os cuidados no uso do computador e da Internet, e para o acompanhamento e orientação dos pais as crianças e adolescentes.

· Combina, então, com a turma que para a aula seguinte deverá realizar uma pesquisa sobre a importância e os cuidados que se deve ter no uso do computador, e sobre de que maneira os pais devem proceder para acompanhar e orientar os filhos no seu uso.
Para isso, o professor escreve no quadro os temas e a lista de sites que deverão consultar. E informa-os que utilizarão o conteúdo da pesquisa para criar uma revista e que por isso deverão trazer alguns exemplares, de preferência revistas menores, com pouco conteúdo, apenas para servir de modelo.

· O professor retoma a aula, vistando as pesquisas nos grupos. Em seguida sugere que foleiem as revistas para observar os tipos de textos que as compõem, sua distribuição e etc. E a partir daí, passa a orientar a turma sobre como montar a revista escrevendo esse roteiro no quadro: capa, contra-capa, dedicatória, sumario, textos/listagem - “A importância do computador em nosso dia-a-dia”, “Dicas de segurança para uso do computador e/ou da Internet ”, “Cuidados que os pais devem ter com seus filhos usuários do computador” -, apreciação dos pais, apreciação dos autores (esses temas aparecem no alto, cada um em uma página, seguido de linhas, para que o texto seja manuscrito após a finalização da revista que chegara a mão dos pais; numa página os pais escrevam seu comentário sobre a revista, na outra, os alunos fazem uma avaliação do trabalho realizado. Só então chegará a mão do professor para sua apreciação.), galeria dos autores (corresponde a/as página(s) onde aparecem as fotos dos autores seguidas pelos dados biográficos de cada um, que o professor orienta sobre quais são).
*Os textos nos parênteses devem expostos apenas oralmente, a título de explicação.

Ao lado desse roteiro o professor, com a participação dos alunos, monta o sumário da revista. Para casa, pede que visitem a sala de leitura da escola e copiem a dedicatória de alguns livros para trazer na aula seguinte. Orienta-os para que iniciem a etapa de edição da capa, digitação dos textos, escolhas das ilustrações e etc. e tragam o material impresso ou em CD para que seja revisado em sala de aula.
Formam-se os grupos, e o professor pede, então, que façam o resumo de cada assunto pesquisado, montagem de listagens das dicas e cuidados, e orienta-os sobre como fazê-lo expondo sobre a técnica, divisão da produção entre os diferentes membros do grupo, de modo que todos produzam juntos e, no decorrer da atividade, vai de um grupo a outro, tirando duvidas, revisando com a turma a produção.

· Dando seqüencia, o professor pede que os grupos leiam as dedicatórias pesquisadas em voz alta, comenta-se apontando as que consideram mais interessantes, bem como sobre a quem possam dirigir as suas.
O professor pede que cada grupo redija sua dedicatória e, ao mesmo tempo se põe à disposição para ir fazendo a revisão do material impresso em casa. Lembra que a revista deve ser concluída, encadernada, e trazida na aula seguinte para que sejam trocadas nos grupos de modo que sejam apreciadas por todos. Só então será presenteada aos pais, quando, após lerem-nas, farão sua apreciação (pais analfabetos farão o comentário oralmente e o filho fará o registro por eles), depois o filho/aluno faz a sua. Combina a data para a entrega da revista ao professor para que seja feita a avaliação do trabalho.
O professor pode sugerir aos alunos que coloquem a letra da música ¨ Cérebro
eletrônico ¨, de Gilberto Gil, na contracapa.

Avaliação:

· Deverá ser feita observando todas as participações dos alunos no processo, considerando todas as suas produções, sejam orais ou escritas (discussões, exercício escritos, resumos, pesquisas, comentários, dedicatórias, textos avaliativos), bem como, interesse, participação, assiduidade e empenho na realização das atividades.

Referências:

· HTTP://www.colegimax.com.br./dicas/segurança_internet.pdf
· HTTP://www.seguranet.min-edu.pt/
· HTTP://www.infowester.com/dicasusocomp.php
· HTTP://www.terra.com.br./informatica/especial/cartilha/capa.htm
· HTTP://www.dijap.com.br
· HTTP://www.educacaoadventista.org.br/pais/index.php?option=com_content&task=view&id=628Itemid=2
· HTTP://www.compute-rs.com/pt/conselho-267880.htm
· HTTP://cartilh.cert.br/checklist/
· WWW.internetsegura.org

Anexo:

MÚSICA: CÉREBRO ELETRÔNICO
(Gilberto Gil)

O cérebro eletrônico faz tudo
Faz quase tudo
Faz quase tudo
Mas ele é mudo

O cérebro eletrônico comanda
Manda e desmanda
Ele é que manda
Mas ele não manda.

Só eu posso pensar
Se Deus existe
Só eu
Só eu posso chorar
Quando estou triste
Só eu

Eu cá com os meus botões
De carne e osso
Eu falo e ouço
Eu penso e posso

Eu posso decidir
Se vivo ou morro por que
Porque sou vivo
Vivo pra cachorro e sei
Que cérebro eletrônico nenhum me
da socorro
No meu caminho inevitável para a
morte.

Porque sou vivo
Sou muito vivo e sei
Que a morte é nosso impulso
Primitivo e sei.
Que cérebro eletrônico nenhum me
da socorro.
Com seus botões de ferro e seus
olhos de vidro.

Um comentário:

  1. Amei essa atividade, vou apropriar para o terceiro ano do fundamental!

    ResponderExcluir